11
fevereiro
0
Comentários

Negócios sociais: o que são eles?

Os negócios sociais, como o próprio nome já diz, são empresas que nasceram para criar soluções para ajudar a erradicar os problemas sociais. Elas são autossustentáveis financeiramente e não distribuem dividendos.

É importante compreender que os negócios sociais não são propriamente ONGs. Existe semelhança por ambos possuírem uma missão social, porém, esse modelo empresarial gera receita suficiente para cobrir seus custos. Temos as ONGs no Terceiro Setor e os Negócios Sociais conhecidos como Setor 2.5 (modelo híbrido entre o segundo setor e o terceiro setor).

Nestes casos, o investidor recupera o investimento inicial, porém, todo o lucro é revertido para a própria empresa, para a ampliação do impacto social.

Em um negócio social, o sucesso não é medido pelo retorno conquistado em um determinado período de tempo, mas sim pelo impacto criado para as pessoas, animais ou meio ambiente, dependendo da causa apoiada.

Benefícios dos negócios sociais

Esse modelo de negócio possui muitos benefícios. Separamos alguns deles para que você compreenda melhor o funcionamento.

1 – Combinação

O primeiro benefício dos negócios sociais é a combinação entre os demais modelos de negócio. Desta forma, consegue ter o dinamismo e a eficiência do business tradicional e, ao mesmo tempo, manter a consciência e buscar novas soluções para os problemas sociais.

2 – Sem doações

O fato dos negócios sociais serem autossustentáveis é um benefício que merece destaque. Ao contrário das ONGs ou programas governamentais, não é preciso depender de doações e encargos públicos para fazer com que as ações sociais aconteçam.

3 – Humanização

Participar de negócios sociais é essencial para a construção de um sentimento de humanidade. Este modelo de negócio não visa o lucro, evitando competições e ambição. Ao praticar o bem, todos saem ganhando.

4 – Motivação

Os negócios sociais atuam com significado e propósito e isso se torna extremamente motivador para quem faz parte das ações. Além disso, possibilita que todo o potencial criativo humano seja liberto, resultando em grandes inovações.

5 – Retorno monetário

Quando pensamos em ONGs e Instituições Filantrópicas, temos que destacar que todo o dinheiro investido não retorna para os investidores. No caso de negócios sociais, isso é diferente. Todo o valor investido retorna para o investidor que o utiliza para aplicar em novos negócios sociais.

6 – Reconhecimento

As empresas que investem em negócios sociais ganham reconhecimento por seu público-alvo. Nos últimos anos, praticar ações para o bem-estar da sociedade se tornou fator essencial para as grandes empresas e quem não aderiu ao movimento, acabou perdendo consumidores fiéis.

Empresas com projetos de negócios sociais

Por todo o mundo, as empresas perceberam que investir em negócios sociais traz muitos resultados positivos. Por esse motivo, muitas marcas famosas desenvolvem ações voltadas para garantir o bem-estar social, devolvendo aos seus consumidores soluções para os problemas sociais enfrentados.

Nomes como Danone, Veilia, BASF, Adidas, SAP, Uniqlo e Intel tiraram as ações sociais do papel e, com a execução, conquistaram reconhecimento e amor dos clientes.

Monello Advogados: advocacia especialista no Terceiro Setor

Agora que você já conhece os negócios sociais e sabe quais são seus benefícios, é hora de se juntar à lista de empresas que realizam ações em prol da sociedade ou de planejar seu Negócio Social.

Para dar o primeiro passo, entre em contato com a nossa equipe. Atuamos há anos ajudando instituições do Terceiro Setor com todos os processos burocráticos, sendo muito importante para a criação do seu negócio social.

Quer saber mais sobre nossa atuação? Entre em contato com nossa equipe e tire todas as suas dúvidas.

TAGS

Deixe um Comentário

'